PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 8 DE JULHO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

24 DE JUNHO DE 2020

Em palestra, historiador analisa a construção da cidadania


E conclui que a democracia só pode ser sustentada com a participação da sociedade e educação política



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução

Curso de Iniciação Política foi transmitido on-line, na tarde desta quarta-feira (24)



O historiador Rodney Amador discutiu a importância da cidadania e fez um panorama sobre a conquista de direitos ao longo da história durante o segundo encontro do curso de Iniciação Política, cujo tema foi Cidadania. O curso, transmitido on-line, na tarde desta quarta-feira (24), foi promovido pela Escola do Legislativo em parceria com a Fundação Konrad Adenauer.

Para Rodney Amador, que também é professor, graduando em Ciências Sociais e pesquisador pela USP, a cidadania tem um desenvolvimento histórico. Ao falar sobre a cidadania de Aristóteles, na Grécia Antiga, onde só era cidadão quem não era escravo, o historiador analisou que naquele período eles não acompanhavam a ideia de que as pessoas nasciam iguais. “O que eu acho mais chocante é que há menos de 200 anos no Brasil isso também existia”, comentou.

Nos séculos XVII e XVIII os filósofos iluministas Thomas Hobbes, John Locke e Jean-Jacques Rousseau tentavam compreender a natureza humana e tinham o pensamento de que as pessoas nasciam iguais e, portanto, poderiam participar da vida política da mesma forma. Segundo o professor, muitas das nossas leis e da forma de pensarmos em cidadania e democracia vêm do trabalho deles.

Rodney Amador encerrou o panorama trazendo as três ondas de direitos, apresentadas pelo sociólogo britânico por T.H. Marshall, que são os direitos civis (de liberdade, de igualdade, de propriedade, de liberdade de expressão, direito à vida), direitos políticos e os direitos sociais (direito à saúde, educação, moradia, segurança). “Tudo isso está no nosso dia a dia, está em quando a gente abre o jornal, está em quando a gente toma café com a nossa família e pensa no que está ao nosso redor, por isso, política é algo importante demais pra gente não participar dela", afirmou o historiador.

Segundo ele, a conquista de direitos e a construção da cidadania “não vieram do nada” e nem “foi uma coisa fácil”, pois a cidadania é um desenvolvimento histórico. “É importante dizer que essas coisas não vieram ao mesmo tempo, primeiro foi necessário que as pessoas fossem consideradas livres e iguais, para depois elas reivindicarem que elas podiam participar politicamente”, esclareceu.

No Brasil, os direitos conquistados ao longo da história estão assegurados na Constituição Federal de 1988 que “qualquer pessoa pode consultar na internet”, destacou o palestrante. Ao finalizar a apresentação, Rodney Amador concluiu que a democracia só pode ser sustentada com a participação da sociedade e educação política.

O terceiro e último encontro do curso de Iniciação Política será nesta sexta-feira (26) e trará a discussão sobre 'Estrutura do Estado', com o palestrante Humberto Dantas, cientista político, professor e coordenador dos cursos da Fundação Konrad Adenauer. A mediação será da vereadora Nancy Thame (PV), diretora da Escola do Legislativo da Câmara de Vereadores de Piracicaba. 

 



Texto:  Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Escola do Legislativo

Notícias relacionadas