PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 16 DE JULHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

25 DE MARÇO DE 2019

Concessionária conduz vereadores à ETE Piracicamirim


Parlamentares foram conhecer o processo de tratamento de esgoto na estação



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (9 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução


A empresa Águas do Mirante convidou os vereadores piracicabanos para uma visita à ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Piracicamirim, ocorrida na manhã desta segunda-feira (25). Os parlamentares Isac Souza (PTB) e Osvaldo Schiavolin, o Tozão (PSDB), além do vice-presidente da Câmara, Pedro Kawai (PSDB), foram recebidos por Valdir Alcarde Júnior, responsável pela engenharia e operações da empresa.

Em 2012, a Águas do Mirante firmou uma PPP (parceria público-privada) com duração de 30 anos, em que se tornou a responsável pelo gerenciamento, coleta e tratamento de esgoto produzido na cidade. Segundo Júnior, a empresa conseguiu acabar, em 2014, com a geração de odor no processo de tratamento, problema de maior reclamação entre os moradores na região do Piracicamirim. A ETE Piracicamirim foi construída em 1997, tem capacidade de tratamento de 135 mil habitantes. Além dela, há as estações da Ponte do Caixão (150 mil habitantes) e Bela Vista (a de maior parte e mais nova, para até 165 mil habitantes).

"A ideia de trazer os vereadores foi para que eles pudessem tirar suas dúvidas e que conhecessem o dia a dia da ETE, por existirem muitos questionamentos sobre os procedimentos, a capacidade e a eficiência de todos os processos", esclareceu o engenheiro químico. 

Segundo Júnior, o esgoto sanitário é captado por meio de uma rede coletora e depois encaminhado para estações elevatórias (em Piracicaba são 54), que fazem o bombeamento para a estação de tratamento. O trabalho preliminar do esgoto consiste na remoção de areia, por uma caixa, e dos resíduos sólidos, por meio do gradeamento (retenção de material mais grosso).

O material passa também pelos tanques de areação, processo químico que transforma os resíduos orgânicos em gás carbônico. O procedimento provoca a decomposição da matéria orgânica, através de microrganismos.

Faz parte do processo ainda a passagem pelo decantador, em duas etapas. Na fase primária o material orgânico sólido é misturado e sedimentado no fundo, formando lodo, enquanto na fase secundária há a separação dos materiais sólidos e líquidos. Ao final, acontece a desinfecção por cloreto de sódio e o lançamento da água tratada no ribeirão Piracicamirim.

Ainda na ETE Piracicamirim há um laboratório, em funcionamento por 24 horas. Ele faz a análise química da água de entrada e de saída a cada uma hora. Além disso, há uma empresa externa responsável pelas mesmas análises e a fiscalização da Ares-PCJ, Cetesb e Semae. Os relatórios que atestam a edificiência do tratamento são disponibilizados mensalmente no site da Águas do Mirante.

Os parlamentares também conheceram, no início da visita, o Centro de Controle de Operações da Águas do Mirante, localizado na travessa da Saudade, 105, também no Piracicamirim, e que monitora as estações de Piracicaba, Holambra e Matão.

Ao término da visita, o vereador Pedro Kawai demonstrou satisfação com as informações apresentadas pela equipe da Águas do Mirante. "Considero o momento importante, para que conhecêssemos o funcionamento da ETE e também as dificuldades que a empresa enfrenta. Temos entre 50 e 60 toneladas de resíduos descartados irregularmente por mês na rede de esgoto da cidade, o que dificulta o seu tratamento. A empresa nos passou seriedade em realizar todo o processo e retorna uma água de qualidade para os rios", avaliou.

Quem também definiu como positiva a visita foi o vereador Isac Souza, ao lembrar ainda o seu caráter de fiscalização. "É a forma de conhecermos e divulgarmos para a população. Especialmente nesta estação, o questionamento da população do entorno era sobre o odor, cuja técnica aplicada pela Águas do Mirante resolveu. Também foi importante para que compreendêssemos como se dá o fluxo do esgoto", disse, ao lembrar que pretende verificar com o Executivo a possibilidade de aproveitamento de parte do resíduo para a biodigestão.

Para o vereador Osvaldo Schiavolin, o Tozão, a visita serve de apelo para que os parlamentares trabalhem em suas bases a necessidade de preservação do meio ambiente. "Precisamos alertar a população, para que ela não jogue plásticos e outros produtos na rede de esgoto", disse.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Meio AmbientePedro KawaiIsac SouzaOsvaldo Schiavolin

Notícias relacionadas