PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 27 DE MAIO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

02 DE ABRIL DE 2020

Com aporte da Câmara, Saúde terá mais R$ 12 mi para combate a pandemia


Parte destinada pelo Legislativo corresponde a 34% de todo esse valor, composto, ainda, por recursos vindos dos governos federal e estadual e da própria Prefeitura.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

R$ 6 milhões já foram gastos pela Prefeitura nas ações para o combate à doença



Com R$ 4,05 milhões advindos do orçamento da Câmara, a Secretaria Municipal de Saúde terá reforço extra de R$ 11,9 milhões para ações de combate ao novo coronavírus em Piracicaba. A parte destinada pelo Poder Legislativo corresponde a 34% de todo esse valor, composto, ainda, por recursos vindos dos governos federal e estadual e da própria Prefeitura, a qual remanejou para a pasta R$ 3,08 milhões, obtidos após cortes de gastos.

O presidente da Câmara, Gilmar Rotta, ressaltou que, diante dos reflexos da propagação da Covid-19 em Piracicaba, "o Poder Legislativo não poderia ficar de fora". "A única maneira de participarmos efetivamente dessa luta era mexer no nosso orçamento e destinar à Secretaria Municipal de Saúde. A Mesa Diretora se debruçou sobre o orçamento e conseguimos fazer um corte de R$ 4,05 milhões. O valor, retirado do orçamento, foi devolvido à Prefeitura, que já colocou à disposição da secretaria", comentou.

Gilmar Rotta já havia detalhado, na semana passada, que os recursos destinados pela Câmara serão utilizados em atenção básica, com porcentagem para pagamento de horas-extras aos servidores da Saúde que estão atuando no atendimento dos pacientes; na aquisição de equipamentos e materiais, entre eles respiradores; e na ampliação do investimento em alta e média complexidades, que são voltados à internação hospitalar. Do total de R$ 4,05 milhões, tais áreas receberão, respectivamente, R$ 1 milhão, R$ 1,05 milhão e R$ 2 milhões.

Nesta quinta-feira (2), o prefeito Barjas Negri (PSDB) informou que os primeiros gastos para o combate ao novo coronavírus em Piracicaba já somam cerca de R$ 6 milhões, em razão de despesas com horas extras, serviços médicos e hospitalares, insumos e aquisição de equipamentos hospitalares.

Segundo o prefeito, a partir de reuniões com o secretário municipal de Saúde, Pedro Mello, e técnicos da área, surgiram demandas para que a rede estivesse mais bem preparada para o enfrentamento da doença. Com o reforço dos quase R$ 12 milhões ao orçamento da pasta, o secretário acredita que será possível melhorar e ampliar o atendimento aos pacientes infectados com o novo coronavírus.

Barjas Negri disse ainda que o governo federal vai repassar aos municípios o valor de R$ 2 por habitante, o que para Piracicaba representará cerca de R$ 808 mil. Já o governador João Doria (PSDB) anunciou que o Estado se compromete a transferir R$ 10 por habitante, o que para a cidade significará algo em torno de R$ 4,04 milhões.

(Com informações do Centro de Comunicação Social da Prefeitura)



Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Ricardo Vasques - MTB 49.918


Câmara Gilmar Rotta

Notícias relacionadas