PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 27 DE MAIO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE MARÇO DE 2020

Câmara segue orientação do Ministério da Saúde, reforça Gilmar Rotta


Presidente da Câmara de Vereadores reforçou que prevenção à pandemia do coronavírus deve ser prioridade máxima



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução


A Câmara de Vereadores de Piracicaba estará atenta às orientações do Ministério da Saúde para estabelecer sua rotina de trabalho nos próximos dias. A afirmação é do presidente da Casa de Leis, Gilmar Rotta, à jornalista Adriana Passari, em entrevista ao vivo na manhã desta segunda-feira (30), para a rádio Jovem Pan News AM. Ele também citou os esforços no combate à pandemia do coronavírus (Covid-19), entre eles a retirada de R$ 4 milhões do orçamento de 2020 para utilização da Secretaria Municipal de Saúde.

Desde o dia 26, com a aprovação do projeto de resolução 4/2020, as reuniões ordinárias (às 19h30 das segundas e quintas-feiras) estão suspensas temporariamente, como forma de prevenção à pandemia. No entanto, Gilmar Rotta lembrou que as votações de projetos podem ocorrer em sessões extraordinárias, em qualquer dia da semana. "Os vereadores podem ser convocados de segunda a segunda-feira, em qualquer horário, se precisarmos votar um projeto em caráter de urgência", informou, ao lembrar que na semana passada a Câmara aprovou dois projetos que seguem esta linha: a destinação de R$ 300 mil ao Lar dos Velhinhos e R$ 250 mil à Associação Ilumina.

O fechamento dos gabinetes para atendimento aos públicos está amparado no decreto municipal que colocou Piracicaba como calamidade pública e ainda nas orientações do Governo do Estado de São Paulo. "Os vereadores continuam conversando com a população por meio de seus telefones e redes sociais. O trabalho dos servidores, assessores e estagiários está sendo feito remotamente, por home office. Os diretores dos departamentos permanecem de plantão dentro da Câmara, em seus setores, e eu, como presidente, permaneço em meu gabinete, pelo menos cinco horas por dia."

ECONOMIA –– Sobre o montante que a Câmara destinou ao combate do coronavírus na cidade, Gilmar lembrou que o recurso irá colaborar na atenção básica, no pagamento de servidores e na gestão hospitalar de alta e média complexidades. “No ano passado, ao economizarmos, a decisão do que fazer com o dinheiro ficou aos critérios do prefeito. Desta vez é diferente: nos reunimos com ele, já cortamos o orçamento e estabelecemos o compromisso que seria aplicado na Saúde", disse.

Para chegar à economia, o presidente afirmou ter sido necessária a revisão de todos os investimentos, incluindo obras estruturais nos dois prédios da Câmara, compra de material permanente e aquisição de equipamentos. "Só não cortamos a folha de pagamento dos servidores, mas deixaremos de investir em alguns cursos de aperfeiçoamento", disse, ao reforçar: "não iremos prejudicar o atendimento dos vereadores à população". 

A jornalista também solicitou análise do parlamentar sobre o calendário eleitoral de 2020 e o que pode ser afetado diante do coronavírus. A discussão ganhou corpo na última semana, depois que as Olimpíadas foram adiadas para 2021. Sobre a questão, Gilmar lembrou que, por enquanto, é preciso analisar os desdobramentos da disseminação da doença e defendeu a manutenção das datas das eleições. "Minha opinião é a de que as eleições aconteçam esse ano, para não ter a quebra de calendário, pois o mandato do vereador é de quatro anos e não seis. É uma discussão que deve ser analisada depois que terminarmos o combate ao coronavírus e que passa pela esfera federal", disse. 

A destinação dos fundos eleitoral e partidário para a área da saúde, um dos assuntos que ganhou repercussão nos últimos dias nas redes sociais, também foi citada. Para Gilmar Rotta, todo recurso disponível nos orçamentos deve ser direcionado à saúde, neste momento. “Sou totalmente favorável. Todo o recurso público disponível hoje, na União, nos estados e nos municípios, deve ser direcionado para combater o coronavírus", avaliou.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Coronavírus Gilmar Rotta

Notícias relacionadas