PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE ABRIL DE 2019

Atividades em centros culturais contemplam 2.000 pessoas por ano


Vereador Jonson Sarapu de Oliveira utilizou a tribuna na 23ª reunião ordinária



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Vereador destacou ações de centros culturais da cidade






Aproximadamente 2.000 pessoas por ano são contempladas com as atividades nos centro culturais da cidade, localizados nos bairros Paulista, Parque 1º de Maio, Mario Dedini e Santa Terezinha. A importância das iniciativas para a população foram elencadas pelo vereador Jonson Sarapu de Oliveira, o Maestro Jonson (PSDB), na 23ª reunião ordinária, nesta segunda-feira (29).

Os projetos, administrados pela SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo), são direcionados a jovens, adultos e idosos e oferecem diferentes atividades culturais como dança, teatro, pintura, artesanato, tecelagem, dança urbana, judô, entre outras, de forma gratuita. “Os centros culturais têm um papel importante para a educação de nossos jovens, adultos e pessoas de terceira idade”, disse o vereador.

Maestro Jonson, incialmente, falou sobre os centros culturais Antônio Pacheco Ferraz e Maria Dirce de Almeida Camargo, da Estação Paulista, que funcionam em um prédio histórico inaugurado em 2008 e tombado pela prefeitura. De acordo com o vereador, entre o projeto Guri e os projetos da SemacTur, são atendidas, neste centro, aproximadamente 500 pessoas.

O vereador comentou também sobre o projeto Guri que, este ano, sofreu ameaças de corte. “Vale lembrar que nesse espaço da Paulista funciona o projeto Guri, projeto esse que o governo tinha dentro dos seus planos de corte para remanejar recursos na área da cultura, mas a força popular foi maior e o governador reviu isso”, disse Maestro Jonson.

Em seguida, Jonson falou sobre o Centro Cultural Nhô Serra, inaugurado em 2006, no Parque 1º de Maio. O vereador comentou que a criação do centro ocorreu após a “luta da comunidade”, que reivindicou a utilização do espaço para realização de atividades culturais. Além dos moradores do bairro, o centro atende também a população dos bairros 1º de Maio, Astúrias e Ipanema.

“Esse espaço foi inaugurado ali em homenagem a Mário Chorilli, um grande artista de música da nossa cidade”, disse o vereador. O Centro Nhô Serra disponibiliza, aproximadamente, 180 vagas para atividades culturais, por ano.

O vereador falou também sobre o Centro Cultural Izaíra Barbosa (Zazá), localizado no bairro Mario Dedini, que atende a população dos bairros Bosques do Lenheiro, Vila Industrial e Altos do Piracicaba.

Maestro Jonson também apresentou as atividades do Centro Cultural Pedro Carradore, em Santa Teresinha, que atende as regiões dos bairros Balbo, Parque Orlando, IAA, Vila Bessy e toda a região. O centro oferece, anualmente, 200 vagas para cursos.

O parlamentar também citou o projeto da Estação do Idoso, que funciona em parceira com a Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social) e a Afascom (Associação Franciscana de Assistência Social Madre Cecília).

“Lembrando que, em todos esses centros culturais, todos os anos, a SemacTur abre em torno de 1.400 vagas. Esse ano foram 1.402 alunos e mais 500 alunos rematriculados, o que dá aproximadamente 2.000 pessoas”, disse.

“Em um mundo tão violento, com tanta coisa ruim, você pode colocar seu filho nessa infraestrutura, que é gratuita para você e para toda a família”, convidou o vereador.



Texto:  Larissa Souza
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoJonson Oliveira

Notícias relacionadas