PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 8 DE JULHO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

14 DE FEVEREIRO DE 2020

Abordagens de pedintes em semáforos foi tema de requerimento


Coronel Adriana quer informações sobre fiscalização que trata do assunto



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Coronel Adriana protocolou requerimento 118/2020



O requerimento 118/2020 que solicita informações ao Executivo sobre fiscalização da abordagem de pedintes nos semáforos e rotatórias no município de Piracicaba foi aprovado durante a sessão ordinária desta quinta-feira (13). A propositura é de autoria da vereadora Adriana Sgrigneiro Nunes (CID), a Coronel Adriana.

De acordo com a vereadora, o assunto tratado no requerimento é importante porque as “reclamações são crescentes e as opiniões são diversas”, devido ao “aumento do número de pedintes nos semáforos da cidade”. Para a Coronel Adriana, trata-se de um “problema sério”, que precisa de “um olhar especial” para com a pessoas que, por diversos motivos, pedem dinheiro nos semáforos.

No requerimento, a vereadora considerou que as pessoas que são abordadas pelos pedintes muitas vezes cooperam por “medo de ameaças de violência”, ou por não saberem que “existem locais de auxílio”, como “entidades assistenciais, públicas ou privadas”. Ela também considera que a “falta de fiscalização e conscientização” alimenta um ciclo crescente de reclamações dos moradores e de “pessoas que se entregam a tal prática”.

Para Coronel Adriana, a abordagem de pedintes requer “duas ações imediatas” que são: conscientizar os motoristas que dar dinheiro “não resolve o problema social”; e intensificar a fiscalização dos cruzamentos das vias de maior fluxo para evitar “coação e a vendas de produtos ilícitos”.

A vereadora questiona o prefeito Barjas Negri sobre ações do executivo para o encaminhamento dos pedintes nos semáforos para as regiões de origem, o número de pessoas nessa situação e quais delas são de Piracicaba. Questiona também, quais são os atendimentos oferecidos pela fiscalização e autoridades policiais e a quantidade de pedintes que já foram atendidos.

Sobre os trabalhadores informais que vendem frutas e legumes nos semáforos, Coronel Adriana indagou se eles são cadastrados e se existe a possibilidade da reinserção dos mesmos no mercado de trabalho, como permissionários em feiras e varejões. No caso dessa inclusão já estar ocorrendo, a vereadora pede ao executivo o números de pessoas inseridas nos últimos três anos. 

 



Texto:  Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Legislativo Adriana Nunes

Notícias relacionadas