PIRACICABA, DOMINGO, 28 DE MAIO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

18 DE ABRIL DE 2017

Idealizadores do Ocupe a Pista serão homenageados por Paulo Campos


O movimento defendeu a retomada das obras de duplicação da rodovia SP-304



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Requerimentos foram aprovado na reunião ordinária desta segunda-feira


A Câmara aprovou, nesta segunda-feira (17), os requerimentos 246 e 247/2017, para entrega de Voto de Congratulações a Teresa Lacerda e Mateus de Camargo Ribeiro por seus serviços realizados no movimento Ocupe a Pista, que luta pela duplicação da rodovia Geraldo de Barros (SP-304), que liga Piracicaba a São Pedro. As proposituras são de autoria do vereador Paulo Campos (PSD).

O movimento foi criado em 23 de agosto de 2016 e é liderado por Teresa e Mateus. Segundo o parlamentar, eles representam a força da população da região "que sofre as agruras do descaso, morosidade e abandono da obra de duplicação da rodovia SP-304", comenta o vereador.

Teresa é moradora de São Pedro, casada, mãe de dois filhos, professora graduada em pedagogia, pós-graduada em psicopedagogia clínica, institucional e inclusiva, formada em tutoria pedagógica, coordenadora do transporte universitário municipal e estudante de psicologia na Unimep, motivo do qual transita diariamente pela rodovia.

Mateus é natural de São Pedro, servidor público, secretário de escola, técnico em administração pelo Colégio Técnico Municipal de São Pedro e formado em história pela Unimep, motivo pelo qual transitava pela rodovia desde 2012, constatando as inseguranças, acidentes e mortes da SP-304, nos quatro anos de curso.

Paulo Campos destaca que muitas mortes ocorreram na Geraldo de Barros desde 2014, quando começou a duplicação, e cita, entre as fatalidades, a morte dos recém-casados Heitor e Stefany, que eram conhecidos e amigos dos idealizadores do movimento. 

Em setembro de 2016, o grupo foi convidado a participar de uma reunião em São Paulo, com o secretário de Transporte Estadual, os prefeitos da região e entidades comerciais, no qual o Ocupe representou a população e apresentou o protesto, em seguida, foram informados que a empresa estava abandonando a obra. No mesmo mês, com autorização da polícia rodoviária, o grupo fechou a SP-304 com uma manifestação com cerca de 250 pessoas.

Em apoio ao movimento, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) encaminhou documentos e o abaixo-assinado para o Ministério Público, com o pedido da ordem para abrir o inquérito. A investigação foi aberta em janeiro de 2017, para fiscalizar o descaso e abandono da obra de duplicação. Em abril do Ocupe chegou ao Palácio do Governo do Estado de São Paulo, na cerimônia em que o governador assinou o contrato para a retomada das obras de duplicação da rodovia Geraldo de Barros.



Texto:  Lucas Lima
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Tópicos: LegislativoPaulo Campos

Notícias relacionadas