PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 24 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

19 DE ABRIL DE 2017

Gilmar Rotta solicita limpeza de córrego na avenida 31 de Março


Vereador visitou o local nesta semana ao lado de engenheiro da Semob (Secretaria Municipal de Obras)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (3 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (4 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (5 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (6 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (7 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (8 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (9 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (10 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

O vereador Gilmar Rotta (PMDB) se reuniu, terça-feira (18), com o engenheiro José Araújo, da Semob (Secretaria Municipal de Obras), para verificar a situação do córrego ao longo da avenida 31 de Março. O parlamentar foi procurado por moradores, que solicitam a limpeza em toda a extensão do manancial. De acordo com um dos moradores, córrego tem aspecto de “abandonado” e o odor é desagradável.

Na visita, Gilmar Rotta constatou que é necessário, além da limpeza, a retirada de placas de cimento e galhos secos de árvore dentro do córrego obstruem a passagem das águas. Também solicitou à equipe Águas do Mirante, que seja sanado o problema de esgoto descartado no manancial, agente causador de doenças e do odor desagradável.

O parlamentar também solicitou à secretaria responsável que se faça a poda das árvores na extensão do córrego. Foi solicitada a manutenção da iluminação nas passarelas de passagem de pedestres, localizadas naquela região. De acordo com o Pastor Rubinho, um dos moradores da região, o local é perigoso para travessia devido à falta de luminosidade. Ele salienta que, no local, já ocorreram “vários assaltos”. 



Texto:  Assessoria parlamentar
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Tópicos: Infraestrutura UrbanaGilmar Rotta

Notícias relacionadas