PIRACICABA, SÁBADO, 18 DE AGOSTO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

15 DE DEZEMBRO DE 2017

Câmara aprova uso de containers em edificações no Município


Projeto de lei complementar 19/2016, do vereador José Aparecido Longatto (PSDB), foi aprovado na reunião desta quinta-feira (14)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

PLC 19/2016 é de autoria do vereador José Aparecido Longatto (PSDB)


A Câmara de Vereadores de Piracicaba aprovou o projeto de lei complementar 19/2016, de autoria do vereador José Aparecido Longatto (PSDB), que define as regras para utilização de containers para fins comerciais e residenciais no Município. A votação, em Primeira Discussão, aconteceu na 74ª reunião ordinária, na noite desta quinta-feira (14). 

Autor da propositura, o vereador Longatto destacou que os containers atualmente são opções bastante viáveis de edificações. Além de poderem ser mais baratos do que construções de alvenarias, ele também defende o aspecto ambiental da proposta. 

“O container tem vida útil de nove anos e depois era descartado, agora legislação pedirá laudos técnicos que garantem as habitações”, disse o parlamentar. 

Conforme o artigo 120-B do PLC, o uso de containers devem atender as disposições do Plano Diretor de Desenvolvimento do Município, assim como da legislação de uso e ocupação do solo, entre outros requisitos legais já instituídos no Município. 

Na justificativa do PLC 19/2016, o vereador Longatto detalha as questões ambientes inerentes aos containers. “Com a atual discussão sobre meio ambiente, construções sustentáveis, materiais desperdiçados que geram poluição, energia solar, reciclagem, etc, os contêineres vieram a como uma alternativa construtiva”, destacou. 

Na Inglaterra, no Trinity Buoy Wharf, região portuária de Docklands, área fortemente industrializada de Londres, que se encontra "Container City" (Cidade do Container). Concebida pela Urban Space Management Ltda., é um conglomerado de contêineres de vários formatos, encaixados flexivelmente, criando construção modular altamente versátil, que oferece acomodações elegantes e acessíveis a uma gama de utilizações. 

A tecnologia permite que a construção tenha tempo e custos reduzidos para mais da metade em relação às construções tradicionais, além de contribuir com o meio ambiente, por serem usados materiais reciclados que fazem parte do conceito do projeto: recuperar os componentes industriais da natureza e explorar soluções construtivas inovadoras. 

O sucesso desse tipo de construção foi tão positivo que já foi construído o Container City II, além de outros projetos como escritórios, estúdios para artistas, lojas, cafés, centros de convivência, saúde etc.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Infraestrutura UrbanaJosé Longatto

Notícias relacionadas